Humanização

Idosos têm momento de descontração no hospital da Rede Ebserh em Juiz de Fora

seg, 22/07/2019 - 16:02

Projeto “Cinema com pipoca” exibe filme sobre história de amor na terceira idade

O filme exibido mostrou o relacionamento de dois idosos que vivem uma história de amor. Foto: Freepik.

Juiz de Fora (MG) – “Filme é bom para refrescar a cabeça”. Foi com essa empolgação que Sebastião de Almeida avaliou a ação de humanização “Cinema com Pipoca”, realizada pelo ambulatório de Geriatria e Gerontologia do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora, vinculado à Rede Hospitalar Ebserh (HU-UFJF/Ebserh). Sebastião Almeida participa, há mais de dez anos, do grupo na geriatria. “Sem isso aqui eu não vivo”, enalteceu a iniciativa que também promove ainda palestras e rodas de conversa sobre diversos assuntos referentes à terceira idade. “Palestra é gostoso, ser medicado é bom, mas no filme é melhor”, brinca o paciente.

Cinema no HU-UFJFO filme exibido tem como enredo um romance na maturidade, com reflexões sobre a solidão na velhice, exploração econômica de idosos, medos, mas também sonhos que não têm idade para serem realizados e muita vontade de viver. José Teixeira, outro idoso que assistiu ao filme”, disse gostar da sessão de cinema, além do trabalho realizado como um todo pelos profissionais. “É muito bom aqui, muito tranquilo, tem os encaminhamentos para todas as áreas que necessitamos”, afirmou

A responsável pelo Ambulatório de Geriatria e Gerontologia, Eliane Baião, explica que é um momento que os padecentes gostam, pois muitos não têm nenhuma outra atividade de descontração. “Além de encontros educativos, tem essa parte lúdica de interação, de lazer também. Não é só a parte física, tem a parte de bem-estar, autoestima, do convívio, da parte social. Na Geriatria, nós temos que ter muito cuidado em ver se o idoso está tendo essa interação, convivência; é fundamental, principalmente o apoio social. Não trabalhamos apenas a parte física, mas vemos a parte emocional”, complementa a médica.

A opinião sobre a importância da parte lúdica no atendimento aos idosos é compartilhada pelo fisioterapeuta Mário Flávio Lima, um dos profissionais que integram o atendimento multiprofissional no referido ambulatório. Segundo ele, é uma oportunidade de trazer temas de grande relevância para a saúde e o cuidado. “Eles vêm aqui para ter contato com outras pessoas, muitos moram sozinhos, é o único contato que eles têm em grupo com outras pessoas, são momentos para discutir experiências. O dia do cinema é mais um momento para fugirmos um pouquinho dessa nossa rotina de ambulatório, um dia para rir, chorar, descontrair. Assim, eles também acabam aderindo aos demais encontros”, reitera.

Serviço de Geriatria

O serviço de Geriatria e Gerontologia recebe os pacientes encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde e por outras áreas do próprio hospital. Um dos ambulatórios é multiprofissional, com um público idoso com necessidade de assistência mais completa, envolvendo medicina, enfermagem, fisioterapia, nutrição, psicologia e serviço social. Outro ambulatório é o de geriatria geral, para pacientes idosos que são mais autônomos e com menos morbidades. Entre as atividades desenvolvidas, estão oficinas, grupos de convivência, com reuniões mensais de educação e saúde; e grupo direcionado para cuidadores de idosos.

Sobre a Ebserh

Desde novembro de 2014, o HU-UFJF faz parte da Rede Hospitalar Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais, impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas por atender pacientes do SUS, e, principalmente, por apoiar a formação de novos profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a sua natureza educacional, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Fonte
Com informações do HU-UFJF/Ebserh
HU - UFJF
filme
pipoca
cinema
humanização
hu-ufjf
idoso
geriatria