Escola Corporativa

MEC usa plataforma da Ebserh para o programa Mais Médicos

sex, 19/01/2018 - 15:27

Discussões do Projeto Pedagógico da iniciativa acontecem em ambiente virtual

Brasília (DF) – Uma parceria firmada entre a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) e o Ministério da Educação (MEC) vai possibilitar que a Plataforma de Ensino a Distância da estatal se torne um espaço de discussão para a construção do Projeto Pedagógico do Módulo de Acolhimento do Programa Mais Médicos. O Módulo servirá como formação inicial aos intercambistas e profissionais formados no exterior que ingressarem no programa.

A ideia é que a Ebserh disponibilize um espaço dentro do seu ambiente virtual de aprendizagem para dar continuidade à discussão e à construção coletiva entre os profissionais envolvidos no projeto, que discutirá também as diretrizes curriculares, o perfil docente e os métodos avaliativos da iniciativa.

“Vivemos e reconhecemos o ambiente virtual e isto nos permite trabalhar, educar e capacitar de diversas formas. Devemos aproveitar as oportunidades do e-learning, principalmente pela praticidade, oportunidade de disseminação de informação, segurança no conteúdo e pelo baixo custo”, destacou a coordenadora de desenvolvimento de pessoas da Ebserh, Mara Annumciato.

O Grupo de Trabalho é composto por representantes da Diretoria de Desenvolvimento da Educação em Saúde – DDES/SESu/MEC, de professores de universidades convidados com experiência no Mais Médicos, da Ebserh e da Universidade Aberta do SUS, a UNA-SUS. O MEC é responsável, dentre outras coisas, pela supervisão acadêmica do Programa.

 “É excelente poder utilizar a plataforma porque organiza o trabalho. Estamos desenvolvendo um método nos ambientes virtuais que vamos utilizar, concentrar as discussões nos fóruns, chats e ali vamos construir coletivamente o texto de um projeto pedagógico inovador para o Mais Médicos”, Fábio Braga, da Secretaria de Educação Superior (SESu) do MEC.

Expertise na área

A Escola Ebserh de Educação Corporativa foi criada em dezembro de 2012, mas começou a ganhar força em 2014, com o crescimento da adesão dos hospitais universitários federais à Rede Ebserh e a consequente alta nas demandas de capacitações nas áreas da saúde e administração pública.

A partir da troca de experiência com outras instituições que já contavam com escolas corporativas consolidadas como a Caixa Econômica, foi desenvolvido um Projeto Político Pedagógico para o projeto.

Com o passar dos anos, a plataforma já ofereceu cursos para capacitações de sistemas internos da Ebserh e também ofertou cursos em parcerias com outras instituições, como a Escola Nacional de Administração Pública (Enap), nas áreas de gestão de pessoas, gestão de processos, atendimento ao cidadão, fiscalização de contratos e logística, para citar alguns exemplos.

Atualmente, mais de 24 mil pessoas estão cadastradas na plataforma.

Ebserh Sede
Região centro-oeste
Release