Reforço

Ebserh contrata mais de 500 empregados e possibilita abertura de 130 leitos em hospital do Paraná

seg, 29/01/2018 - 19:01

Cerimônia oficial para recepção aos novos colaboradores ocorreu nesta segunda-feira, 29

Curitiba (PR) – Foram apresentados, na tarde desta segunda-feira, 29, os novos funcionários que possibilitarão a ampliação no atendimento do Complexo Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Paraná (CHC-UFPR). Em janeiro deste ano, mais de 500 profissionais iniciaram suas atividades no CHC, totalizando 100 % dos aprovados remanescentes do concurso promovido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação (MEC) que administra o complexo hospitalar. Com o reforço, o CHC poderá reabrir 130 leitos, de forma gradual.

Para o presidente da Rede Ebserh, Kleber Morais, os novos empregados potencializarão o atendimento à saúde da população, aliado ao ensino e à pesquisa. “Nossos esforços são sempre para melhorar o atendimento das pessoas e para qualificar nossas ações educacionais. Esse é o papel dos hospitais universitários, que se configuram como os melhores do país, pois têm profissionais de excelência, professores e alunos dedicados, programas inovadores e muita atenção à saúde, ao ensino, pesquisa e extensão”, reforçou o gestor.

Pela manhã, em visita ao CHC para o lançamento de um novo programa, o ministro da Saúde Ricardo Barros salientou que a saúde é uma repartição pública diferente das demais e, portanto, o atendimento deve ser diferenciado. “Quem faz o hospital são as pessoas, porque leitos e equipamento têm em qualquer lugar. Quero então parabenizar a qualidade dos servidores”, declarou o ministro.

Novo programa

Também foi lançado, nesta segunda, o Programa de Gestão de Alta: Estratégia para Continuidade do Cuidado. A medida é uma parceria entre o CHC com a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba. O programa interliga o hospital à rede básica de saúde, permitindo acompanhar e orientar o paciente, dando suporte à continuidade do tratamento de pessoas com doenças crônicas, que precisam estender os cuidados no domicilio, fazem uso de dispositivos ou necessitam de reabilitação.

Os pacientes que receberem atendimento do CHC e ainda carecerem de acompanhamento serão assistidos por suas unidades locais de saúde. O processo possibilita a continuação do tratamento com maior segurança e evita complicações após a alta, que podem levar a reinternações. Desde agosto de 2017, já foram encaminhados 448 pacientes às unidades básicas, com apenas oito reinternações.

A superintendente do CHC, Claudete Reggiani, lembrou que, além da população e do serviço de saúde como um todo, o projeto beneficia ainda os profissionais que são formados pelo hospital. “Hoje nós estamos mostrando a teoria de uma universidade pública, num serviço inédito, entregue na prática à sociedade”, finalizou.

Participaram ainda do evento o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, o reitor da UFPR, Ricardo Fonseca, e a secretária municipal de Saúde, Márcia Huçulak, dentre outras autoridades.

Sobre a Ebserh

Desde outubro de 2014, o CHC-UFPR faz parte da Rede Ebserh. Estatal vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, administra atualmente 39 hospitais e é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Fonte
Com informações do CHC, UFPR, PMC
MVFA - UFPR
HC - UFPR
Região sul
Release