Folia

Carnaval é comemorado com humanização nos hospitais da Rede Ebserh

qua, 14/02/2018 - 18:14

Ações envolveram pacientes, acompanhantes e colaboradores das unidades hospitalares

Prevenção ISTs HU-UFS

Brasília (DF) – Aproveitando a época carnavalesca, hospitais universitários federais vinculados à Rede Ebserh realizaram ações de humanização com o intuito de levar alegria a pacientes e acompanhantes, além de atividades de prevenção a infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) para o público interno e externo.

“É uma alegria poder descontrair e esquecer os problemas. Isso faz muita diferença. Nunca imaginei brincar carnaval aqui no hospital. A gente se sente melhor, mais otimista. A gente se sente à vontade nesse momento bom”, disse Eligiano do Nascimento, paciente do Hospital Universitário da Univasf, que se recupera de um acidente de moto, mas não deixou de cair na dança mesmo de muletas.

Alegria por todo o país

Em Belo Horizonte, o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC-UFMG) realizou a sua tradicional campanha de Carnaval, com o bloco “Carnavaliza HC. Houve distribuição de preservativos e cartilhas educativas para os trabalhadores, pacientes e acompanhantes, com o objetivo de conscientizar sobre a necessidade da promoção e da prevenção da saúde nesta época de folia e a diversão, principalmente em relação às doenças sexualmente transmissíveis. Houve ainda a “Cabine de Fotos do HC”, posando para fotos divertidas e ao mesmo tempo educativas, que farão parte de uma exposição no HC. 

Em Petrolina, profissionais da terapia ocupacional e da atenção psicossocial do Hospital Universitário da Universidade do Vale do São Francisco (HU-Univasf) vestiram suas fantasias, ergueram o estandarte e mais uma vez transformaram os corredores e leitos do hospital em passarela da alegria. Assim foi o “II Carnaval das Antigas”, iniciativa que já virou tradição no calendário de eventos do HU atraindo pacientes, acompanhantes, estudantes e outros profissionais. Esse ano, além de muitas músicas saudosas relembrando os velhos carnavais, a festa contou ainda com uma oficina de produção de máscaras

Em Aracaju, os alunos da Liga Acadêmica de Sexualidade e Infecções Sexualmente Transmissíveis (Lasist) da UFS e o Departamento de Enfermagem percorreram as instalações do Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS) distribuindo dezenas de preservativos para estudantes, colaboradores, pacientes e acompanhantes como parte de uma campanha para a prevenção das ISTs. A campanha teve como tema sete paródias de marchinhas de carnaval adaptadas com informações educativas.

Em Natal, a Maternidade Escola Januário Cicco da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Mejc-UFRN) promoveu o “CarnaMEJC 2018” para conscientizar sobre a importância do uso do preservativo na prevenção da transmissão de IST e Aids. Houve um bloco itinerante que realizou ações educativas envolvendo funcionários e pacientes com música, encenação, rodas de conversa e distribuição de preservativos e material informativo.

Em Santa Cruz, o Hospital Universitário Ana Bezerra (Huab-UFRN) promoveu uma ação educativa denominada “Bloquinho Mãos Limpas”, que percorreu todos os setores assistenciais e administrativos. De forma lúdica e participativa, foi enfatizada a apresentação dos cinco momentos de higienização preconizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e demostrada a técnica de higienização das mãos. Foram utilizadas músicas carnavalescas adaptadas para o momento que animaram os colaboradores.

No Recife, os pacientes do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC-UFPE) receberam a apresentação do bloco lírico “Eu Quero Mais”, inserida na programação de atividades do Programa Mais: Manifestações de Arte Integradas à Saúde no HC. Fantasiados, os integrantes do grupo se apresentaram cantando antigos frevos de bloco e marchinhas tradicionais.

Em Belém, o bloco carnavalesco do Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Pará saiu pelos corredores dos hospitais Bettina Ferro de Souza (HUBFS) e João de Barros Barreto (HUJBB) para avisar a chegada da folia de 2018 e alertar trabalhadores e usuários que a festa deve ser curtida com responsabilidade. A ação explorou os temas: direção e álcool, ISTs/Aids e alimentação saudável. Houve a captação de doadores de sangue, que saiu em caravana para a Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa). Houve a participação do grupo “Atletas da Alegria”, projeto de extensão desenvolvido pela Escola Superior Madre Celeste, formados por estudantes de vários cursos da instituição de ensino.

Em Pelotas, o Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE-UFPel) realizou blitz para a distribuição de preservativos e palestra com tema “Conscientização e Promoção de um Carnaval Seguro e Saudável”.

Sobre a Ebserh

Estatal vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, administra atualmente 39 hospitais e é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Fonte
Com informações dos hospitais
Nacional
Release