8 De Março

Dia Internacional da Mulher é comemorado em hospitais da Rede Ebserh

qui, 08/03/2018 - 15:00

Atividades abordaram a saúde feminina e lembraram também o Dia Mundial do Rim

Nos hospitais da Rede Ebserh, várias ações marcaram a data, envolvendo pacientes, acompanhantes e funcionárias das unidades

Brasília (DF) – Comemorado em 8 de março, o Dia Internacional da Mulher é uma data de homenagens, reivindicações, mas acima de tudo, de reconhecimento. Nos hospitais universitários federais da Rede Ebserh, várias ações marcaram a data, envolvendo pacientes, acompanhantes e funcionárias das unidades. Há ainda evento comemorativos ao Dia Mundial do Rim, que este ano tem como objetivo a saúde da mulher.

Em Campo Grande, o Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (Humap-UFMS) realizou um café da manhã com o superintendente, Cláudio César da Silva, para acolhimento das participantes. Houve palestras com os temas "Precisamos ser super-heroínas?", com a psicóloga Elen Souza, "Assédio", com a psicóloga Márcia Paulino, e "Nutrição e Saúde da Mulher", com a nutricionista Aline Rodrigues. E ainda foram realizadas oficinas de automaquiagem.

O Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas terá ações durante todo o mês de março. Na programação constam aula de ritmos, blitz orientativa sobre o uso de adornos em ambiente hospitalar, roda de conversa, palestras, apresentações sobre programas de saúde, três dias com ações de beleza e um mutirão de cirurgia de mastologia realizado em dois dias (17 e 24).

Em Araguaína, o Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins (HDT-UFT), ofereceu momentos de confraternização para as colaboradoras nos três turnos, com pausas nos períodos da manhã, tarde e noite para um saboroso lanche. Para pacientes e acompanhantes, foram distribuídas lembrancinhas simbólicas em homenagem ao público feminino.

Com objetivo de divulgar as informações relacionadas à prevenção das doenças renais em São Luís, o Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HU-UFMA) realizou, em conjunto com a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), uma ação preventiva sobre os cuidados e a importância do diagnóstico precoce da doença, incluindo apresentação artística da Companhia Barrica. Houve aferição de pressão arterial, antropometria (verificação do peso corporal, de altura e circunferência abdominal que tem como objetivos acompanhar a evolução de doenças), avaliação do IMC (Índice de Massa Corporal) e demais orientações.

Em Fortaleza, o Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) e a Maternidade Escola Assis Chateaubriand (Meac), que formam o Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Ceará, ofereceram atividades de estética com maquiagem, limpeza de pele e massoterapia, palestras, exibição de filmes e oficinas, além de ações alusivas ao cuidado com os rins como orientações, distribuição de material informativo, aferição de pressão arterial, exame de glicemia e degustação de suplementos alimentares.

No Recife, o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (HC-UFPE) marcou a data com a oferta de aferição de pressão, realização de exame HGT (para verificar o nível de açúcar no sangue), cuidados com a beleza (maquiagem e limpeza de pele) e panfletagem com material informativo e sensibilização quanto aos fatores de risco para as usuárias do hospital. Houve ainda apresentação cultural do Grupo de Música de Idosos do Abrigo Cristo Redentor. As ações prosseguem durante o mês com palestra educativa para o Grupo de Gestantes de Alto Risco e Roda de Conversa abordando o tema do Dia do Rim.

Em Aracaju, o Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS) ofereceu rodas de conversa, ações educativas, serviços de saúde e sessão de cinema. Houve orientações sobre uso de medicamentos - com ênfase em anticoncepcionais, aferição de pressão arterial, medição de glicemia, com encaminhamento para atendimento farmacêutico ambulatorial, em caso de alteração. Foram realizadas palestras, como por exemplo a que abordou o tema “Relações Abusivas”, e dinâmicas como a brincadeira da caixa do espelho, em que as pacientes recebem uma caixa tampada com um espelho dentro. Quando ela abre, tem que descrever o que viu na caixa, sendo uma oportunidade para a pessoa refletir sobre quem ela é.

Em Curitiba, no Complexo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (CHC-UFPR), a programação é para todo o mês e conta com atividades de conscientização sobre os cuidados com o rim, participação de coach, palestras sobre o cuidado pessoal, beleza feminina, empoderamento da mulher, campeonato de tênis, caminhada e corrida.

Em Belo Horizonte, com o tema “Protagonismo feminino no trabalho e na vida”, o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC-UFMG) comemorou a data com diversas atividades especiais. Na programação, espaço da beleza, workshop sobre o protagonismo feminino, roda de conversa sobre saúde, dicas de estilo, espaço zen, apresentação musical, além de sorteio de brindes.

“Que nada nos limite, que nada nos defina, que nada nos sujeite. Que a liberdade seja nossa própria substância”. Com esta mensagem de Simone de Beauvoir, escritora francesa, o Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr. da Universidade Federal do Rio Grande (HU-Furg) homenageou as trabalhadoras. Durante os turnos da manhã e da tarde, trabalhadores voluntários realizaram uma serenata nos corredores do HU, cantando músicas populares. Também foi realizada uma oficina com dicas de maquiagem e com atendimento fisioterapêutico e avaliação física das trabalhadoras.  

O Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol) e a Maternidade Escola Januário Cicco (Mejc), ambos em Natal, e o Hospital Universitário Ana Bezerra (Huab), no município de Santa Cruz, todos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), organizaram programações tanto para as colaboradoras das instituições quanto para as usuárias do SUS. O tema "Empoderamento da mulher" mereceu um evento comandado pela ex-atleta olímpica Magnólia Figueiredo. Além da atividade científica, foram realizadas sessões de maquiagem, orientação em saúde da mulher e um painel motivacional composto de espelhos, com o título "Deixe uma mensagem para a mulher que você vê!". Houve ainda ações informativas sobre saúde dos rins.

Em Teresina o Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI), também uniu o Dia Internacional da Mulher com o Dia Mundial do Rim, realizando atividades educativas e assistenciais que enfatizaram a importância da saúde da mulher. Foram distribuídos materiais informativos e prestados esclarecimentos aos usuários do SUS.

Mulheres de todas as idades tiveram atendimento gratuito no Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes da Universidade Federal do Espírito Santo (Hucam-Ufes), para esclarecer dúvidas sobre a saúde dos rins e receber informação sobre alimentação de baixo teor de sal com professores de gastronomia. O evento contou ainda com a palestra da médica nefrologista do Hospital, Alice Pignaton Naseri, sobre os “Cuidados dos Rins”. Também houve distribuição de folhetos educativos, frutas, água mineral, orientação médica e nutricional, medição da pressão arterial e atividades físicas de alongamento.

Sobre a Ebserh

Estatal vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Fonte
Com informações dos hospitais
Região centro-oeste
Ebserh Sede
Release