Programa Rehuf

Hospitais da Rede Ebserh contarão com novos equipamentos

ter, 20/11/2018 - 18:35
São aparelhos de anestesia para ambiente de ressonância magnética, ventiladores pulmonares, monitores multiparâmetros e angiógrafos São aparelhos de anestesia para ambiente de ressonância magnética, ventiladores pulmonares, monitores multiparâmetros e angiógrafos

Aquisição foi realizada de forma centralizada, permitindo a economia de cerca de R$ 15 milhões

Brasília (DF) – Em tratamento contra um câncer, a aposentada Yone Barbosa Marinho, de 57 anos, faz radioterapia no Hospital Universitário de Brasília (HUB), vinculado à Rede Ebserh. Ela já passou pela 23ª sessão e agora só faltam 10 para concluir seu tratamento. Mas para confirmar a regressão do tumor terá que passar, pela segunda vez, por um tomógrafo.

O tipo de exame que será realizado por Yone – a tomografia – é oferecido pelo HUB para pacientes internados ou encaminhados pela Secretaria de Saúde do DF. E esse serviço poderá ser melhorado e ampliado, da mesma forma que em outras unidades hospitalares da Rede Ebserh. É que a instituição, vinculada ao Ministério da Educação (MEC), fez uso de uma das suas principais vantagens como rede e iniciou um processo de compra centralizada de diversos tipos de equipamentos destinados a 29 hospitais universitários federais.

Segundo o presidente da Rede Ebserh, Kleber Morais, a aquisição de forma centralizada irá gerar a economia de cerca de R$ 15 milhões pelo ganho em escala. “A modernização do parque tecnológico dos hospitais irá refletir na formação dos profissionais de saúde, uma vez que se tratam de hospitais-escola, e na melhoria da qualidade do atendimento à saúde da população, além da economia já prevista”, esclareceu.

Ao todo, serão adquiridos oito tomógrafos digitais (para exames de imagem), 11 angiógrafos (usados para exames em veias e artérias), além de outros equipamentos como aparelhos de anestesia para ambiente de ressonância magnética, ventiladores pulmonares (utilizados em pacientes que necessitam de respiração mecânica) e monitores multiparâmetros (usados para monitorar sinais vitais).

A licitação foi elaborada após a Ebserh mapear as principais necessidades dos hospitais, tendo como base pedidos anteriores já realizados pelas unidades de saúde para a aquisição de novos equipamentos. Os recursos para essa compra somam R$ 78,8 milhões e foram disponibilizados pelo Ministério da Saúde (MS) por meio do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), gerido pela Ebserh. A portaria do MS com os valores e a lista de hospitais beneficiados foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, 20.

Atualmente, Yone faz planos de retornar suas atividades normais e seguir a vida com saúde. “Quero viver com melhor condição de saúde e tentar ajudar as pessoas que porventura venham a ter essa doença. Tentar ajudar a levar a doença de um jeito mais leve”, afirmou.

Início das atividades

Os equipamentos menores (aparelhos de anestesia, ventiladores pulmonares e monitores multiparâmetros) já estão sendo distribuídos de acordo com a solicitação dos hospitais. Já os equipamentos de grande porte (tomógrafos e angiógrafos) necessitam de adaptações nas estruturas físicas dos hospitais, com previsão de início da programação para as obras ainda em 2018 e as primeiras unidades previstas para pleno funcionamento no primeiro semestre de 2019. O processo de compra também contou com a atuação dos profissionais da rede na elaboração dos descritivos técnicos dos equipamentos.

Sobre a Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, administra atualmente 40 hospitais e é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Fonte
Coordenadoria de Comunicação Social da Ebserh
Ebserh Sede
Nacional
Região centro-oeste
investimento
recursos
rehuf
liberação
Release