Mamulengos

Projeto humaniza o ambiente em hospital da Rede Ebserh em Sergipe

qui, 11/04/2019 - 14:45

Espetáculos são realizados no HU-UFS utilizando mamulengos, os fantoches típicos da cultura nordestina

No rosto de cada um dos membros do projeto eram visíveis a ansiedade e a sensação de descoberta. Foto: HU-UFS

Aracaju (SE) – Uma atividade lúdica levou felicidade e bem-estar aos pacientes do Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe, vinculado à Rede Ebserh. Trata-se de um projeto de extensão do Departamento de Teatro da UFS, no qual foram apresentados espetáculos com mamulengos, os fantoches típicos da cultura nordestina. Divididos em grupos, alunos, professores e outros profissionais percorrem as enfermarias do HU-UFS com apresentações cheias de alegria, voltadas aos pacientes adultos, iniciando, assim, o primeiro projeto desse tipo na história do hospital.

No rosto de cada um dos membros do projeto eram visíveis a ansiedade e a sensação de descoberta. Os jovens dividiram-se em grupos com diferentes mamulengos e posicionaram os seus palcos improvisados ao lado dos leitos dos pacientes. O estudante de Biomedicina, Thiago Lima, conta que aderiu à iniciativa. “As apresentações no HU foram, sem sombra de dúvida, muito especiais. Foi muito gratificante o fato de levar alegria para os pacientes e ter retribuição em forma de risos e gargalhadas. Foi uma experiência incrível, porque alguns pacientes falaram que se sentiram renovados”, relata.

Os grupos visitaram vários pacientes em diversas enfermarias. A surpresa dos internados, acompanhantes e profissionais do HU-UFS logo se transformava em satisfação, no momento em que os bonecos ganhavam vida para contar as suas histórias. Foi o caso do pequeno Henzo Souza, que estava com os seus pais. Surpreendida com a magia dos bonecos, a família uniu-se para boas gargalhadas. “Agradecemos e damos os parabéns a esse projeto por trazer essa diversão a quem está no HU”, resumiram os pais de Henzo.

“Estreitar a relação da arte com a saúde é algo que tem acontecido muito, desde o século passado. Não só os pacientes, mas os profissionais da saúde também têm de viver experiências teatrais, como forma de transformar o ambiente, proporcionando outra vivência no hospital”, explica o fundador e coordenador da iniciativa, Pedro Rodrigues.

Os mamulengos são o teatro de bonecos do nordeste do Brasil. “É uma produção do homem nordestino”, enfatiza Pedro Rodrigues. Há todo um estilo próprio de dramaturgia, figurino e apresentação. Os textos dos espetáculos escolhidos pelo grupo são de pessoas que escrevem para o teatro de bonecos, a exemplo da sergipana Aglaé Fontes, e têm as suas origens na literatura de cordel. “Não são textos do teatro tradicional. É uma dramaturgia um pouco esquecida, mas representa a cultura popular. A ideia é valorizar o mamulengo”, garante.

O coordenador do projeto afirma que já pensa em fortalecer a ideia de que o HU-UFS também possa ser espaço de estágio para os licenciandos em Teatro. “O ambiente hospitalar é um campo de trabalho para intervenções como essas do projeto de extensão. Em parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS), estamos trabalhando para que o HU seja campo de estágio para o curso de Licenciatura em Teatro. No próximo semestre letivo, teremos outra edição do projeto de extensão com outros espetáculos voltados para o público infantil”, relata.

Rede Hospitalar Ebserh

Desde outubro de 2013, o HU-UFS faz parte da Rede Hospitalar Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais, impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas por atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, por apoiar a formação de novos profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a sua natureza educacional, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Fonte
Com informações do HU-UFS
HU - UFS
Mamulengos
projeto de extensão
hu-ufs
humanização