Gestão e transparência

‘Licitações e contratos’ e ‘Lei anticorrupção’ são temas da nova rodada de palestras para gestores

seg, 07/10/2019 - 19:18

Quarto e quinto encontros são realizados em Brasília com transmissão via web para toda a Rede Ebserh

Brasília (DF) – Dando continuidade ao ciclo de palestras previsto para os gestores da Rede Ebserh, foi realizado nesta segunda-feira, 7, o quarto de uma série de oito encontros, desta vez com o tema “Licitações e contratos”. Já nesta terça, 8, o quinto encontro teve como tema “Lei no 12.846/2013 (Lei Anticorrupção)”. A inciativa, promovida em cumprimento à Lei das Estatais, tem como objetivo disponibilizar aos seus gestores ferramentas para o aprimoramento dos serviços na Rede Ebserh. O curso é realizado de forma presencial para os participantes da sede e por videoconferência para os 40 hospitais universitários federais vinculados.

A palestra sobre “Licitações e Contratos” foi conduzida por Alexandre Santos Sampaio, mestre em Direito e especialista em Direito Público e em Direito Civil. O presidente da Ebserh, Oswaldo Ferreira, que também participou da atividade, fez um pequeno pronunciamento ao final do encontro, no qual destacou a importância do planejamento como ponto fundamental para o sucesso de qualquer gestão. “Se não planejar a gestão é feita de acordo com o vento que bater e começamos a ver fracionamento de despesas, muitas emergências e não podemos trabalhar dessa forma. Isso, para nós, é algo que não faz parte da boa gestão. Precisamos planejar”, enfatizou.

A palestra com o tema Lei Anticorrupção foi ministrada por Sílvio Amorim Júnior, conselheiro do Conselho Federal do Ministério Público, que abordou aspectos técnicos do texto e elencou ações positivas no combate à corrupção nas estatais como o estabelecimento de um programa de integridade, capacitação e incentivo ao corpo técnico, rapidez na correção de irregularidades apuradas, entre outras. “Esse é um momento importante, pois nós temos a preocupação de bem gerir. A Ebserh sempre foi reconhecida por esse trabalho, por essa forma de atuação, não apenas no emprego correto de dinheiro público como também na necessidade de trabalhar de forma rígida no dia a dia. E a Lei Anticorrupção se insere nesse contexto”, afirmou Amorim Júnior.

Oswaldo Ferreira avaliou o tema como positivo. “De maneira alguma esgotaremos, em sessões como essas, o assunto [combate à corrupção]. Fica aqui mais a provocação e a atenção que tem que ser dada a essa questão tão importante. Temos o mérito de parar nossas atividades para cumprir uma determinação legal de capacitar os gestores, mas temos de encarar como oportunidade. Prevenção é o grande tema, temos de evitar que ocorra a corrupção. E omissão jamais”, finalizou o presidente da estatal.

Sobre a Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas.

Devido a essa natureza educacional, a os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede de Hospitais Universitários Federais atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Fonte
Coordenadoria de Comunicação Social da Rede Ebserh
HU - UFMA
Licitações
Contratos
curso
gestão
gestores