Reconhecimento

Anvisa reconhece hospitais da Rede Ebserh por boas práticas de segurança do paciente

qua, 12/02/2020 - 16:29

Relatório publicado este mês traz as unidades hospitalares do país com maior adesão a práticas seguras na assistência

Resultado é reflexo de ações conjuntas e estratégicas de rede com foco na segurança do paciente

Brasília (DF) –  A Rede Ebserh foi destaque no Relatório de Autoavaliação Nacional de Prática de Segurança do Paciente em Serviços de Saúde de 2019, publicado neste mês de fevereiro pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). As práticas seguras na assistência à saúde configuraram a Ebserh como uma das redes hospitalares com a maior quantidade de unidades citadas de forma positiva pela Anvisa, considerando hospitais públicos ou privados.

O documento da Anvisa permite um diagnóstico das práticas de segurança do paciente nas instituições de saúde, envolvendo a avaliação de indicadores de estrutura e processo, além de monitorar a cultura da segurança, gestão de riscos, aprimoramento da qualidade e aplicação das boas práticas em serviços de saúde. A adesão à iniciativa da Anvisa é voluntária.

De acordo com a chefe de Serviço de Gestão da Qualidade (SGQ), Marcia Dal Sasso, o resultado é reflexo de ações conjuntas e estratégicas de rede, uma vez que todos os hospitais vinculados à Ebserh possuem ações estruturadas voltadas para a segurança do paciente, incluindo a implantação de Núcleo de Segurança do Paciente e elaboração de Plano de Segurança do Paciente.

“Diversos fatores influenciaram nesse resultado. Na administração central há um setor exclusivo para apoiar os hospitais que, por sua vez, estão sempre buscando aperfeiçoar seus processos. Muitos apresentam um alto nível de maturidade, levando a resultados expressivos, mas toda a Rede, sem exceção, já cumpre os requisitos mínimos estabelecidos pelo Programa Nacional de Segurança do Paciente”, explicou.

Acesse o relatório da Anvisa.

Avanços em 2019

Desde 2014, o SGQ desenvolve, com os hospitais da rede, o Programa Ebserh de Segurança do Paciente. Pela avaliação realizada em 2019 pelo SGQ, foram observados importantes avanços em relação a 2018, que refletem a melhoria da qualidade da assistência em saúde prestada pela Rede Ebserh. 

Entre os avanços, foi alcançado 91% no índice de implantação do Programa Ebserh de Segurança do Paciente. Também houve redução de 3,6% na taxa média de mortalidade institucional e de 15,8% nas infecções relacionadas à utilização de cateter venoso central.  Além disso, houve aumento de 90% de hospitais da Rede Ebserh com alta adesão às práticas de segurança do paciente.

Programa

O Programa Ebserh de Segurança do Paciente, que possui diretrizes e estratégias para a rede de hospitais universitários, tem como base o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP), criado em primeiro de abril de 2013 pelo Ministério da Saúde com o objetivo de contribuir para a qualificação do cuidado em saúde em todos os estabelecimentos, privados ou públicos, da área no País.

Dentre as ações do programa está a implantação dos protocolos básicos de segurança do paciente: identificação dos pacientes, higienização das mãos, prevenção de lesões de pele, prevenção de quedas, uso seguro de medicamentos e prevenção de eventos adversos em cirurgias.  Os resultados são acompanhados por meio de um aplicativo de gestão de riscos – o Vigihosp – e por um painel de indicadores, que compara os resultados entre os hospitais da Rede Ebserh e facilita a troca de informações sobre o tema.

Sobre a Rede Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas.

Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Fonte
Coordenadoria de Comunicação Social da Rede Ebserh
Ebserh Sede
segurança do paciente
anvisa
relatório
destaque
hospitais
boas práticas