Minha História com a Rede Ebserh

Com o HUJM, além de recuperar minha saúde, pude realizar sonhos

Desde o momento em que iniciei meu tratamento contra o lúpus, diagnosticado em agosto de 2018, minha vida se transformou para melhor graças ao Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM-UFMT/Ebserh), por meio das profissionais da Unidade de Atenção da Saúde da Criança e do Adolescente (UASCA) e da Equipe Multidisciplinar de Atendimento à Criança (EMAC).

Na época do diagnóstico, que obtive no HUJM após passagens em outras duas instituições de saúde, estava com muito inchaço e dores no corpo. Assim, passei a realizar tratamento por meio de sessões de pulsoterapia (administração de medicamentos em sessões de infusão endovenosa],a cada três meses.

O atendimento do HUJM é ótimo em todos os aspectos. Sempre me senti bem acolhida por todos os profissionais, que prezam pelo cuidado integral e, no geral, meu sentimento é de gratidão por sempre estarem atentos com a minha saúde.

Além da atenção constante e carinho durante as consultas, exames e procedimentos, pude fazer amizades – algumas duram até hoje – com pacientes da minha idade que têm o mesmo problema ou outras doenças crônicas, como diabetes. Assim, o HUJM é uma família para mim, e com a atuação do hospital, minha vida melhorou em todos os aspectos – físico, emocional e social.

Atualmente, minha saúde está ótima. Além disso, graças à atuação das equipes, pude realizar dois sonhos no HUJM: o aparelho ortodôntico e a realização dos meus 15 anos, que é um marco na vida de toda menina. As equipes do HUJM fizeram uma mobilização considerável e pude viver um dia de princesa, com tratamentos estéticos, maquiagem, um príncipe me acompanhando e jantar.

Allana Cristina dos Santos Albuquerque, 15 anos, estudante

Só tenho uma palavra ao HUJM: gratidão. A partir do momento do diagnóstico, o hospital sempre buscou as melhores alternativas para a recuperação dela e o quadro está estabilizado. O cuidado e o carinho que o HUJM proporciona resultam em uma melhora contínua em todos os aspectos, uma evolução considerável não só na saúde, mas também em aspectos sociais e comportamentais.

Andréia Marques de Albuquerque, tia da Allana

Sobre a Ebserh

Desde 2013, o HUJM-UFMT faz parte da Rede Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.