Notícias Notícias

Voltar

HU de Santa Maria (RS) recebe R$ 4,5 milhões em equipamentos e mobiliário

Infraestrutura

HU de Santa Maria (RS) recebe R$ 4,5 milhões em equipamentos e mobiliário

São mais de 200 itens que vão desde poltronas para acompanhantes até equipamento para medicina nuclear

Santa Maria (RS) - Desde a última semana de dezembro, o Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM) está recebendo uma série de equipamentos e mobiliários adquiridos com recursos federais por meio da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), de multas trabalhistas do Ministério Público do Trabalho (MPT) e de redistribuição de outros hospitais da Rede Ebserh. São mais de 200 itens.

Dentre os materiais recebidos estão poltronas para acompanhantes, suporte para soro, cadeiras de banho até equipamentos inéditos no HUSM, como o Gama Probe que irá para a Medicina Nuclear e será usado para localização do linfonodo sentinela na cirurgia oncológica radioguiada, além de outros dois sistemas de ultrassom digital cardíaco portáteis (que podem ser deslocados até o leito do paciente) e uma esteira ergométrica, que já foram instalados no setor de Métodos Gráficos.

“Somamos um total de aproximadamente R$ 4,5 milhões em equipamentos: R$ 773 mil do MPT e os demais com recurso federal. O diagnóstico por imagem ficou sofisticado no hospital universitário, de ponta. Aliás, são grupos de equipamentos que colocam o HUSM na vanguarda tecnológica de diagnóstico e tratamento”, afirma Elaine Resener, superintendente no HUSM.

Além da Cardiologia, do Centro Cirúrgico – com o recebimento de um arco cirúrgico, do balão intra-aortico, aparelho de anestesia, monitores multiparametrico e sistema de hipotermia – as áreas da Traumatologia (serra ortopédica e craniótomo), da Fonoaudiologia (mobiliário e equipamentos), da Fisioterapia, da Otorrinolaringologia (material cirúrgico), da Farmácia (máquinas unitalizadoras) e da Pneumologia (Polissonografia) serão beneficiadas.

Antes dos equipamentos serem usados, eles precisam ser registrados na Unidade de Patrimônio. Em seguida, são montados e aferidos pelo engenheiro clínico do hospital que dará capacitação sobre o uso aos profissionais. Somente depois de cumpridas essas etapas, os equipamentos seguem para uso hospitalar.

De acordo com a superintendente do HUSM, cerca de 30% dos materiais licitados já foram entregues. A previsão é de que até fevereiro todos tenham chegado ao hospital.

Com informações do HUSM