Notícias Notícias

Voltar

Mutirão de cirurgias de catarata irá zerar fila de pacientes de instituto carioca

Visão

Mutirão de cirurgias de catarata irá zerar fila de pacientes de instituto carioca

Evento será realizado por meio da parceria entre Rede Ebserh, Hospital Gaffrée e Guinle e Instituto Benjamins Constant

Rio de Janeiro (RJ) – Uma reunião, realizada na última quarta-feira, 28, no Instituto Benjamin Constant (IBC), definiu os últimos detalhes a respeito de um mutirão para cirurgias de catarata, que será realizado em parceria com o Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG), vinculado à Rede Ebserh. O mutirão tem o intuito de zerar a fila do IBC, que atualmente é de 430 pessoas, e representa o marco inicial na parceria firmada entre o instituto, a Rede Ebserh e o hospital da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio).

Durante o encontro, foram alinhadas as diretrizes e bases da ação, tais como os insumos necessários para o atendimento, a logística e a quantidade de profissionais a serem utilizados. O evento terá a participação de especialistas de outros estados, como o idealizador do Centro de Referência em Oftalmologia (Cerof) da Universidade Federal de Goiás (UFG), Marcos Ávila.

A união de nomes de referência na oftalmologia brasileira serve, ainda, para mostrar a atuação integrada da Rede Ebserh, como explica o presidente da estatal, Kleber Morais. “A Ebserh tem por objetivo viabilizar uma interação entre seus hospitais; não existe espaço apenas para ações individuais. Buscamos sinergia, que se traduz em melhores práticas para a população brasileira”, afirmou.

Já o médico goiano salientou a importância do mutirão para a população carente. “Acho uma atitude extremamente louvável, pois ajudará a amenizar o sofrimento de pessoas que padecem de baixa visão causada pela catarata. É preciso ações como essa para que a população possa exercer sua plena cidadania. É uma situação em que todos precisamos agir juntos, em prol dos pacientes”, declarou Marcos Ávila.

O chefe do Serviço Oftalmológico do IBC, Rogério Neurauter, comemorou a primeira ação do convênio entre as instituições. “O mutirão vai marcar a retomada de atividades do IBC. Além disso, a parceria permitirá que tenhamos a continuidade do programa de residência médica, e sigamos com a nossa missão, que é de prestar apoio à população” completou Neurauter.

Também participou da reunião o superintendente do HUGG, Fernando Ferry, e o oftalmologista Giovanni Nicola, também do Gaffrée.

Sobre a Ebserh

Desde dezembro de 2015, o HUGG-Unirio é filiado à Rede Ebserh. Estatal vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Com informações do HUGG-Unirio