Relatos de Quem Cuida Relatos de Quem Cuida

O projeto “Relatos de quem cuida” apresenta histórias de atendimentos de saúde marcantes na vida dos colaboradores (funcionários, estudantes, residentes, professores) dos hospitais da Rede Ebserh. É o trabalho de pessoas que se dedicam para mudar a vida de quem mais precisa!

Voltar

“A paciente passou a brincar com a equipe e a aceitar os procedimentos”

Relatos de quem cuida

“A paciente passou a brincar com a equipe e a aceitar os procedimentos”

Imagem

Na Unidade de Clínica Médica do HU-UFSCar recebemos muitos pacientes idosos. Desde 2015, quando iniciamos nosso trabalho aqui com a gestão da Ebserh, recebemos uma paciente de 85 anos, apresentando um quadro de doença pulmonar obstrutiva crônica, causado pelo uso do cigarro. Esse trabalho realizado foi muito gratificante para a equipe como um todo, pois sempre houve uma preocupação em respeitar as decisões da paciente, sem deixar de lado os necessários encaminhamentos para a melhora na sua qualidade de vida. 

A paciente se mostrava resistente aos procedimentos médicos e de enfermagem e possuía um contexto social complexo. Por não ter suporte familiar (todos já falecidos), aprendeu a ser independente e, também por isso, tinha dificuldades em aceitar os cuidados necessários. Apesar dessa sua resistência no início, aos poucos ela foi permitindo a aproximação dos profissionais da equipe matricial (serviço social, psicologia, terapia ocupacional, fisioterapia, fonoaudiologia, educação física e nutrição).

Durante este período, teve piora do quadro clínico, sendo necessário trabalhar a nova realidade: aumento do grau de dependência de cuidados, sem possibilidade de permanecer sozinha em sua residência. A hipótese de encaminhamento para uma instituição de longa permanência para idosos já havia sido proposta anteriormente, inclusive pela sua rede de apoio (os membros da Sociedade São Vicente de Paulo), mas foi recusada por ela inúmeras vezes.

Então, foi necessário trabalhar tal questão, sempre respeitando sua autonomia e garantindo seus direitos. Com o passar dos dias, foi possível aos profissionais se aproximar cada vez mais da paciente, intensificando vínculo afetivo, que permitiu uma reflexão, da própria paciente, sobre sua condição atual de saúde e importância de aceitar os cuidados oferecidos.

Ela passou a realizar brincadeiras com a equipe, a aceitar os procedimentos e também a indicação de encaminhamento para a instituição de idosos. Fizemos contato com a entidade com perfil para recebê-la, que encaminhou profissionais para visitá-la aqui no hospital e realizar esse primeiro contato. Em fevereiro, a paciente recebeu alta e foi encaminhada para a instituição, onde pôde ser acompanhada de forma mais ativa e próxima.

Estamos programando uma visita em breve, pois é muito importante para nós saber como ela está.  

Claudia do Nascimento Paiva

Assistente Social – HU-UFSCar

Sobre a Ebserh

Desde outubro de 2014, o HU-UFSCar é filiado à Rede Ebserh. Estatal vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Foto: Carolina Cavenaghi​, psicóloga; Claudia Paiva, assistente social; Fabiano Souza, fisioterapeuta; e Carlos Henrique Lima, educador físico​.